Ler mais

   Notícia
 
Folder SCS 117 CL-nova-cultivar-da-Epagri 06/03/2012

Introdução:
O arroz-vermelho é a principal planta daninha da cultura do arroz irriga
do em Santa Catarina. Seu controle com herbicidas é difícil visto tratar-se de planta da mesma espécie do arroz comercial.
Através de melhoramento genético desenvolveu-se uma cultivar de arroz resistente ao herbicida Only®, do grupo químico das imidazolinonas. Este herbicida controla o arroz-vermelho assim como outras plantas daninhas na cultura do arroz.
O uso de Only®, da cultivar resistente ao herbicida, associado ao Programa de Monitoramento denomina-se “Sistema de Produção CLEARFIELD® ”.
O Sistema CLEARFIELD® deve ser usado especificamente em áreas infestadas com arroz-vermelho, visando a eliminação desta planta daninha.
A nova cultivar desenvolvida na Epagri, Estação Experimental de Itajaí, é denominada SCS117 CL.
Com o intuito de preservar o potencial de uso deste sistema, é importante que o produtor siga corretamente as recomendações para o uso desta tecnologia

Histórico:
Em 1999, foi realizado o cruzamento entre plantas de arroz da cultivar Epagri 109 e uma linhagem proveniente do cruzamento entre Irga 369 e AS 3510, esta última portadora do gene de resistência ao herbicida Only® do grupo das imidazolinonas.
Após a estabilização das características agronômicas e comprovada a resistência ao herbicida Only®, uma linhagem foi selecionada e denominada de SC 536.
Em 2011, a linhagem SC 536 foi registrada e protegida no MAPA, para cultivo em Santa Catarina com o nome de:
SCS117 CL.

Características:
A cultivar SCS117 CL destaca-se por apresentar:
 Tolerância ao herbicida Only®
 Elevado potencial de produtividade
 Tolerância ao acamamento
 Adaptação ao sistema pré-germinado
 Estabilidade de produção
 Alto rendimento industrial
 Excelente qualidade culinária
 Adequação ao processo de parboilização

Recomendação:
A cultivar SCS117 CL é recomendada para cultivo e uso no Sistema de Produção CLEARFIELD®, em todas as regiões de Santa Catarina, podendo ter seu plantio estendido para outras regiões do Brasil mediante testes prévios de VCU (Valor de Cultivo e Uso) e o respectivo registro junto ao MAPA.

Comportamento industrial:
A cultivar SCS117 CL foi avaliada industrialmente junto a Cooperjuriti, afiliada ao Sindicato das Indústrias do Arroz de Santa Catarina, Sindarroz-SC.
Os resultados das avaliações mostraram que esta cultivar é adequada ao processo de parboilização. A avaliação sensorial indicou boa aceitação pelos consumidores, tanto na forma de arroz branco como parboilizado.

Características Agronômicas:
 Produtividade média (t/ha)(A) 9,0
 Estatura (cm) 104
 Vigor inicial Bom
 Perfilhamento Bom
 Ciclo biológico Tardio
 Emergência a maturação (dias) 144
 Reação a toxidez indireta por
ferro (alaranjamento)
Resistente
 Reação a brusone(B) Médio/Resistente
 Reação a mancha-parda Suscetivel
 Degrane Intermediário
 Folha bandeira Ereta
 Exerção da panícula Boa
 Pilosidade da folha Presente
 Maturação Uniforme
 Acamamento(A) Resistente
Características do grão
 Classe Longo-fino
 Arista Ausente
 Microarista Ausente
 Peso de 1.000 grãos com casca (g) 30
 Pilosidade Presente
 Cor das glumas Palha
 Comprimento do grão polido (mm) 7,04
 Largura do grão polido (mm) 2,29
 Espessura do grão polido (mm) 1,77
 Relação comprimento/largura 3,1
 Teor de amilose (%)(C) 28
 Temperatura de gelatinização Intermediária
 Centro branco (0 a 5)(D) 1,0
Características industriais e culinárias
 Rendimento de engenho – arroz branco
- Renda (%) 70,0
- Grãos inteiros (%) 59,0
- Grãos quebrados (%) 11,0
 Aroma Normal
 Processo de parboilização Adequado
 Aparência do grão polido Vítrea
 Aparência do grão parboilizado Vítrea
(A) Em condições experimentais
(B) Em condições experimentais de alta pressão de
inóculo
(C) Análise realizada pelo CNPAF / Embrapa
(D) Centro branco: 0 = completamente vítreo e
5 = totalmente gessado.

Equipe de Pesquisa:
Fitomelhoramento
Moacir Antonio Schiocchet, Eng. Agr., Dr.
Rubens Marschalek, Eng. Agr., Dr.
Alexander de Andrade, Eng. Agr., Dr.
Ester Wickert, Eng. Agr., Dra.
Fitossanidade
Domingos Savio Eberhardt, Eng. Agr., M.Sc.
José Alberto Noldin, Eng. Agr. Ph.D.
Klaus Konrad Scheuermann, Eng. Agr., Dr.
Eduardo Rodrigues Hickel, Eng. Agr., Dr.
Solos e fertilidade
Ronaldir Knoblauch, Eng. Agr., Dr.
Sementes
Gabriela Neves Martins, Eng. Agr., Dra
Economia Agricola
Irceu Agostini, Eng. Agr., M.Sc.
Assistentes de Pesquisa e
Pós graduandos
Giovani Porto, Téc. Agrícola
Samuel Batista dos Santos, Téc. Agrícola
Juliana Vieira Raimondi, Biol., M.Sc.
Para mais informações:
Epagri – Estação Experimental de Itajaí
Rodovia Antonio Heil, SC 486, km 6, n. 6800
Caixa Postal 277
88301-970 Itajaí, SC, Brasil
Fone: (47) 3341-5214, Fax: (47) 3341-5255

 
< Voltar
 
  Site visitado 1.655.126,00 vezes desde 22/02/2007